sábado, 2 de outubro de 2021

Passamos três dias numa comunidade alternativa


É verdade, as comunidades alternativas estão a crescer como cogumelos em Portugal e não resistimos a ir dar uma espreitadela a uma delas algures no Ribatejo, distrito de Santarém, para vermos quão viável e confortável pode ser o modelo que queremos aplicar na quintinha que compramos no mesmo distrito. Durante três dias e duas noites vivemos numa mini-autocaravana, utilizamos latrinas secas e reciclamos toda a água.

sábado, 25 de setembro de 2021

As várias vagas do sobrevivencialismo


O sobrevivencialismo não surge por criação espontânea no século XXI, na prática resume-se ao estilo de vida dos nossos antepassados, mas adoptado de modo consciente e racional como estilo de vida, ou passatempo, que nos permite fazer frente a qualquer imprevisto ou, levado ao seu extremo, de modo livre e auto-sustentado. Resumimos em seguida aquilo que consideramos terem sido as primeiras QUATRO vagas do sobrevivencialismo ao longo da História, ou seja quando este foi popular ao ponto de se tornar em fenómeno de massas.

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Mantra do Sobrevivencialista Lúcido: Regras de Senso Comum em Prontidão


Tradução de The Sane Prepper Mantra: Common sense rules for prepping, © The Prepared | traduzido sob expressa autorização.

Uma vez que preparar-se faz sentido, como preparar-se também deve fazer sentido! Infelizmente, muitas das pessoas que tentam preparar-se acabam por se confundir ou seguem maus conselhos que encontram em blogues da treta e nas redes sociais. Após anos de experiência a preparar-nos pessoalmente e a ensinar terceiros, criamos as Regras do Sobrevivencialista Lúcido de modo a manter as coisas racionais e relevantes. Aplicamo-las quando escrevemos artigos pensados para si, e devia utilizá-las nas suas decisões pessoais.

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

O que é uma ecoaldeia?


Tradução de What is an Ecovillage, da versão anterior do portal GEN Europe | traduzido ao abrigo da licença CreativeCommons 4.0. Foto: kibbutz de Lotan, Israel.

As ecoaldeias são uma manifestação da inovação e consciência humanas: grupos de pessoas a viver de acordo com os seus princípios, a regenerar o ambiente e a aumentar a sua noção de pertença e propósito como comunidade.

Uma ecoaldeia é uma comunidade intencional, tradicional ou urbana conscientemente concebida a partir de materiais locais, através de processos de participação em todos os quatro aspectos da regeneração (social, cultural, ecológica e económica) de modo a regenerar tanto o ambiente social como o cultural.

As ecoaldeias existem em todas as formas e tamanhos, e encontram-se espalhadas por todo o mundo: desde aldeias tradicionais que utilizam técnicas ancestrais, a aldeamentos modernos construídos com as inovações ecológicas mais recentes. 

…e o que não é uma ecoaldeia?

Cada ecoaldeia é única e não existem quaisquer restrições estreitas quanto à definição de uma ecoaldeia. Contudo, existem alguns agrupamentos que não constituem ecoaldeias, entre eles:

Famílias que vivem juntas: a família pode parecer uma comunidade – mas o processo intencional da criação de uma ecoaldeia vai para lá da família nuclear.

Grupos religiosos: uma ecoaldeia pode conter várias crenças religiosas, mas não é isso que a define como ecoaldeia.

Seitas ou cultos: um culto pode ter uma liderança carismática e inimputável com base em práticas coercivas. Por contraste, a participação e uma liderança compartilhada são aspectos que definem as ecoaldeias.

Declaração de Tolerância

A Rede Global de Ecoaldeias da Europa promove o modo de vida em comunidade em quatro aspectos da sustentabilidade, de acordo com a nossa visão e missão. Através do nosso processo de filiação, acolhemos aldeias cujos valores estejam em linha com os nossos.

Damos importância aos nossos valores. Estamos cientes de que possam existir organizações ou grupos de pessoas que interpretem parte dos nossos textos, publicações, nome e definição de ecoaldeia, ou partes do nosso portal, e os utilizem para promover ideias ou acções que não estão em linha com a visão, missão e valores da RGE Europa. Estas não estão filiadas à RGE Europa nem são consideradas como parte da nossa rede.

Somos tolerantes para com a diversidade de perspectivas dentro do nosso movimento; contudo, condenamos e distanciamo-nos de quaisquer grupos ou indivíduos que (não) intencionalmente magoem ou promovam quaisquer danos para com outros indivíduos ou grupos. Exemplos de iniciativas das quais nos distanciamos activamente são:

Grupos/movimentos políticos extremistas e de extrema-direita.

Indivíduos ou grupos que pratiquem ou promovam a discriminação com base na raça, etnia, sexualidade ou identidade de género.

Indivíduos ou grupos que tenham práticas antidemocráticas.

Tradução: Flávio Gonçalves

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Carmen Lima: “as batalhas deste século” serão pela água


Em 2020 Flávio Gonçalves entrevistou Carmen Lima, coordenadora do Centro de Informação de Resíduos da Quercus e fundadora do SOS Amianto, para o jornal digital Pravda.ru por ocasião do lançamento do seu livro "Não Há Planeta B", dado o relatório mais recente da ONU  sobre o estado do clima admitir que estamos já em "alerta vermelho" (palavras de António Guterres) decidimos ir ao arquivo recuperar esta entrevista.

domingo, 8 de agosto de 2021

Estatuto Editorial


A Prontidão e Sobrevivência é uma revista não periódica que se rege pelas ideias inerentes ao livre pensamento, à liberdade de expressão e ao pluralismo de ideias;

A Prontidão & Sobrevivência é independente do poder político, do poder económico e de quaisquer grupos de pressão;

A Prontidão & Sobrevivência tentará divulgar o mais objectivamente possível e da perspectiva sobrevivencialista, tendo sempre por base o pragmatismo, as várias correntes de pensamento autossuficiente, sejam artes mateiras, preparação, permacultura, ecoaldeias, autodidactismo, etc.;

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Motivos racionais pelos quais devia estar preparado


Tradução de Rational reasons why you should be prepared, © The Prepared | traduzido sob expressa autorização.

Parece estúpido ter que o soletrar, mas tem que ser dito: qualquer pessoa, sendo irrelevante a sua orientação política, idade ou localização, beneficia em estar razoavelmente preparada para emergências.

Deve estar preparado. A sua esposa, filhos, pais, vizinhos e amigos devem estar preparados. Liberais, conservadores, apreciadores de armas, vegans, jovens adultos a partilhar o seu primeiro dormitório, mães trabalhadoras, pais do futebol e avós que vivem no campo - toda a gente deve estar preparada. 

sábado, 19 de junho de 2021

Já estamos no Patreon, saiba como e porque ajudar!


O processo foi extremamente lento, ainda mais se considerarmos a pausa de meio ano para lidarmos com problemas de saúde, mas está finalmente criado e plenamente funcional a conta Patreon da Prontidão & Sobrevivência tendo em vista a sustentabilidade e crescimento do projecto.

HABEMOS REVISTA: 1º número sai MESMO este ano!


Caros leitores, comentadores, gostadores ou meros seguidores descomprometidos das nossas redes sociais (sugerimos a opção de nos seguirem pelo Facebook, visto que raramente postamos no Twitter): temos finalmente as condições necessárias para a edição do nosso primeiro número e uma data: Setembro.

segunda-feira, 15 de março de 2021

Bunkers apocalípticos dos ricos e famosos


O meu livro Apocalypse Any Day Now saíu em 2019. Trata de sobrevivencialistas bem como de vários outros aspectos da "cultura apocalíptica". Pensar no trabalho que dediquei a esse livro é algo ao qual me dediquei bastante trancafiado dentro de portas sentado no sofá neste ano pandémico. Uma aventura particularmente memorável de quando estava a trabalhar no livro foi uma viagem de carro épica até ao Kansas com o meu amigo Paul Kjelland para uma visita ao Luxury Survival Condos, um bunker apocalíptico de luxo construído no solo dentro de um ex-silo para mísseis Atlas F. Após algumas trocas de correio electrónico o investidor do condomínio, Larry Hall, concordou dedicar-nos algum tempo e mostrar-nos o mesmo algures em Setembro de 2017.